segunda-feira, 24 de junho de 2013

Grande prêmio sportzone

A terceira edição do grande prémio sportzone em ciclismo está aí a porta, é já na próxima sexta feira

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Os "agentes" tambem fazem um balanço deste rali

A maquina de Claudio e Ernesto
     A dupla do citroen C2 constituída por Cláudio Baptista e Ernesto Jorge os "agentes" o desporto na ilha azul também quis saber qual foi o balanço da XXIV edição do rali ilha azul.
   Lembro que o Cláudio participou no Sata rali Açores o maior rali dos Açores está de parabéns.
  A primeira pergunta foi a seguinte

    Como correu o rali para a vossa equipa?
   O rali correu muito bem para a nossa equipe, uma vez que conseguimos todos os objectivos a que nos propusemos, ou seja, pontuámos muito bem para a taça do canal com o quarto lugar da geral, ganhamos as duas rodas motrizes e amealhamos mais cinquenta pontos na nossa classe.

Qual foi a principal dificuldade neste rali?
   Uma grande dificuldade foi sem dúvida as condições atmosféricas adversas que se fizeram sentir, mas essa contrariedade mostrou-se benéfica para a nossa equipe, por exemplo no troço Jaime Melo / Ribeira do Cabo arriscámos e conseguimos uma excelente vantagem sobre os nossos mais diretos adversários. Por outro lado no fim desse mesmo troço verificamos que tínhamos os dois amortecedores traseiros a perder óleo, o que nos condicionou muito nos restantes troços que pelas características que tinham proporcionavam maior velocidade.

   Qual o vosso objetivo na taça de ralis do canal?
   O nosso objetivo é revalidarmos o titulo da classe três e das duas rodas motrizes, se possível manter o quinto lugar da geral que conseguimos no ano passado. 

    O que tens a dizer sobre o  trabalho realizado pela organização do rali?
    O trabalho do CAF foi excelente a todos os níveis tal como vem sendo hábito, a decisão da anulação da PEC 7 prova que a organização deste rali está á altura dos acontecimentos. A lista de inscritos reflete o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo CAF.

    Este ano já participas te no Sata rali açores, rali sical, vais ficar por aqui ou vais participar em mais alguma prova regional ?
Pretendo participar  II rali Ilha do Pico e no Rali de Vila Franca.  

   Tiveste no sata rali Açores um rali muito diferente do ilha azul, o que tens a dizer da tua participação no Sata? 
O citroen em Ponta Delgada no Sata rali Açores com Cláudio e Flávio
   Considero a minha participação no Rali Sata boa, não só por ter conseguido terminar ( de quarenta e tal viaturas á partida terminaram apenas vinte e uma ), mas pelo prazer que me proporcionou e pela rodagem e alguns conhecimentos que adquiri.


    É um rali para participar mais alguma vez ?
   Gostaria muito de tornar a participar, mas em condições que me permita ser mais competitivo. Tudo depende do rumo que a equipe Batista Rali team defina para o próximo ano.
Gostaria de deixar aqui um agradecimento público a algumas firmas e particulares que me tem apoiado, tais como; Isolex Construções,  Refriaga, António Dias Empresas, Império Bonança Manuel Vieira, Autopeças Ilha Azul, Delfim Vargas, Restaurante Chinês Jin Li Lai, pastelaria Doce Delicia, Residencial São Francisco, Farmácia Lecoq, José Alberto Tavares, Terauto, ao meu navegador Ernesto Jorge, ao meu mecânico José Manuel, ao Djalme Vargas, e a todos que de uma forma ou de outra tem colaborado com esta equipe. 

Marco Silva / Tânia Silva os melhores faialenses

  O casal Silva Marco e Tânia foram os melhores faialenses na XXIV edição do rali ilha azul, ficando na sétima posição na classificação final.
  Fica aqui a opinião do Marco Silva sobre este rali

  O que tens a dizer sobre este rali?
  Para nós foi um bom rali independentemente das condições atmosféricas, que neste caso
estavam péssimas em certos troços porque tínhamos apenas cerca de 5 mt de visibilidade, como sabes, era uma experiência nova para nós, portanto andamos com muita cautela porque havia certos sítios que não sabíamos como o carro se portaria.

   Qual foi o principal adversário deste rali para a vossa equipa?
 O principal adversário foi o nevoeiro e nós próprios, porque queríamos melhorar os nossos antigos tempos feitos com o saxo. Sei que este é um carro mais competitivo mas nunca tínhamos andado com o Evo.

    Estas  satisfeito de teres sido o melhor faialense neste raly?
  Claro que sim, sabemos bem que fomos os melhores faialenses com os azares dos outros, mas o rali tem destas coisas. Espero bem um dia sermos os melhores faialenses sem haver desistências...

  A tua maquina que tens agora não se pode 
comparar com o saxo?
 Não, estamos a falar de viaturas completamente diferentes, o Evo é uma viatura mais exigente em certos aspectos, mas pelos kms que fizemos já deu para perceber que foi a altura certa para evoluir, é uma viatura mais competitiva. 

  Quais são as provas que vais participar ainda este ano?
Queremos fazer a taça, o regional no Pico e iremos tentar ir também a S.Miguel.

   A organização do rali ilha azul esteve bem?
Claro que sim, o CAF está sempre bem, organização como a nossa não se encontra em muitos lados.
 

A dupla Paulo Nobréga / Miguel Angelo não tiveram sorte

O Mitsubishi evo VI da dupla Paulo Nobréga  Miguel Ângelo "pregou" uma partida neste rali ilha azul.

    Paulo gostava saber a tua opinião sobre o rali é verdade que tens pouco que dizer?
     Realmente a nossa história nesta edição do Ilha Azul é muito curta. Fizemos a super-especial do Almoxarife já com a certeza de que ía-mos abandonar logo de seguida. Foi pena, pois há sempre muito trabalho à volta da preparação do carro e pilotos e no final não conseguimos traduzir todo esse esforço numa boa participação.

    Qual foi o motivo de teres abandonado o rali logo na sexta feira?
   O motivo foi a embraiagem do Mitsubishi que começou a patinar logo na subida da espalamaca, na ligação para a super-especial do Almoxarife.

    Este rali foi marcado pelo   nevoeiro, se não tivesse tido esse fator tínhamos outro tipo de rali?
    Apesar de não ter feito o rali, sei bem o que é fazer ralis em condições de nevoeiro cerrado, como era agora o caso nos troços mais altos. Sem dúvida que com um dia de céu aberto teríamos visto outro tipo de lutas pelas várias posições. Infelizmente o nevoeiro é uma variável que ninguém controla.

     Vamos ter o Paulo Nóbrega e o Miguel Ângelo nos ralis da ilha do pico?
A maquina de Paulo Nobréga

   Ainda não sabemos ao certo se vamos ou que equipa irá ao Pico. Com esta desistência "em casa", praticamente hipotecamos um bom resultado na Taça do Canal, pelo que estamos neste momento a ponderar todas as possibilidades.
 
    Paulo já com alguns anos de ralis a organização esteve bem em anular a segunda passagem do troco Jaime de melo ribeira do cabo por causa do nevoeiro?
   Sem dúvida.. Os meus parabéns à organização por o ter feito. O troço Jaime Melo - Ribeira do Cabo não é um troço qualquer, tem zonas rápidas e de condução difícil nestas condições. Em primeiro lugar está a segurança de pilotos e público.

João Borges tambem faz o balanço do rali ilha azul

João Borges
  João Borges não teve sorte nesta edição do rali ilha azul a XXIV, teve que abandonar o rali" muito cedo" derivado a um despiste.

   Gostava de ter a tua opinião sobre o rali?
Acho que apesar de todos os azares, internamente foi positivo, a equipa demonstrou estar à altura de todos os obstáculos que nos "assombraram" neste rali e foram vários, conseguindo sempre ultrapassa-los e participar da mesma forma no rali e na nossa opinião sem perder muita competitividade fruto do acidente que tivemos nos testes.

João o nevoeiro fez com que abandonasses o rali podes contar como foi o teu despiste? 
A maquina de Borges

O "despiste" na prática foi uma saída de estrada ligeira, o problema foi que o carro ficou "preso" na lama da pastagem, no entanto só necessitámos de ajuda do reboque para repor o carro no troço, este regressou ao parque de assistência pelos seus próprios meios e tirando alguns arranhões não tinha qualquer dano, mas nesta altura já não podíamos regressar à competição...
   Numa situação de nevoeiro extremo como a que se passou no sábado durante o rali, e que levou inclusivamente a que a 2ª passagem viesse a ser anulada por falta de segurança devido à falta de visibilidade, os pilotos se quiserem continuar na luta têm que arriscar, sob pena de de repente ficar arredados dessa luta apenas por um excesso de zelo, versos, um eventual "ataque" da concorrência, e foi o que nós fizemos: atacámos no nevoeiro e infelizmente tivemos azar...
   No entanto se o rali fosse hoje eu atacaria da mesma forma! Uma vez que a atitude certa na minha opinião é essa, no entanto nestas situações infelizmente a "estrelinha da sorte" também conta e muito, e desta vez ela não estava connosco.
 



Perdes-te a liderança na taça de ralis do canal, mas vais atacar na próxima prova que se realiza na ilha do pico?
Sem duvida, a nossa postura em nada mudou e portanto o nosso objetivo passa sempre por ganhar a taça, alias esta perda na liderança, nesta altura é apenas "virtual" uma vez que das 6 prova só 5 contam, e portanto não estamos a comparar coisas iguais uma vez que quer nós quer o José Paula, já "deitámos fora" o nosso pior resultado que, em ambos os caso foi uma desistência, pelo que o que deixamos de ter foi apenas a "margem de erro" que a taça permite.


O que tens a dizer sobre a organização do rali?
Penso que mais uma vez tiveram bem e à altura das dificuldades, foram muito eficazes na remoção do nosso carro do troço, e no que diz respeito à anulação da 2ª passagem no troço foi a melhor decisão que podiam ter tomado pois já na primeira passagem a visibilidade era quase nula e portanto à tarde em nada melhorou. 

O balanço do rali feito por Filipe Costa

  Depois de alguns dias de muito trabalho por parte das equipas que participaram na XXIV edição do rali ilha azul, fica aqui o balanço do rali do piloto Filipe Costa .

Viatura de Filipe Costa/ Hélio Goulart
A primeira pergunta  feita ao Filipe  Costa foi ...

    Como correu o rali apesar de não teres chegado ao fim?
   O rali foi muito difícil, por causa das condições atmosféricas, mas o estado dos pisos estavam muito bons, pena ter tido uma avaria mecânica no penúltimo troço, mas a minha principal dificuldade foi o nevoeiro muito denso e com um nível de visão muito reduzido, que nos levou a diminuir muito o nosso andamento apesar de estar-mos numa fase de aprendizagem.
  Já me sinto muito mais a vontade em terra agora falta começar o andamento no asfalto para aumentar o nosso ritmo.
    Na taça de ralis do canal estás na liderança, é para manter essa liderança ?
    Na Taça o meu principal objectivo ainda é pontuar, prefiro dar um passo de cada vez, ainda nesta face de aprender os comportamentos do carro sendo este um 4x4, porque já ando no mundo dos ralis a 18 anos, mas sendo em F2, um 4x4 é muito diferente requer muitas horas de treino ao volante.
       Qual o trabalho realizado pela organização do rali?
   A organização do Rali Ilha Azul esteve muito bem e tomou uma decisão muito certo ao anular o troço Jaime Melo - Ribeira do Cabo, porque este não tinha visibilidade para andar em segurança. 
    
Filipe Costa
      Vais participar nas provas na ilha do Pico?
  Vou participar nas restantes provas da Taça na Ilha do Pico, como do Faial. Ainda estou a pensar fazer mais algumas provas, para não ficar parado muito tempo entre as provas da Taça, nesta fase de evolução da minha vida automobilística, caso consiga mais patrocinadores.
   Desde já agradeço aos meus patrocinadores, porque sem eles não era possível este projecto:
Câmara Municipal da Horta, Hermínio Sousa da Costa Lda - Oficina Multimarcas, Turismo Rural - Quinta do Canto, Marco Ramos - Jardinagem, LOS - Live Our Style Lda, Horta Nails, Inforbyte, Espaço X, e um agradecimento em especial ao meu pai (Hermínio Costa), porque ele é que me dá assistência para todo o lado que vamos correr como na preparação do carro.

    E o meu obrigado ao público presente nas provas, que vão muitas das vezes com as condições atmosféricas adversas.

Bem haja a todos e viva os ralis...

domingo, 16 de junho de 2013

A 24ª edição do rali ilha azul, as maquinas no parque fechado

  As maquinas no parque fechado na manhã de sábado, no final do vídeo tivemos á conversa com a dupla mais nova deste rali ilha azul.

Maquina de Ricardo Moura/ Sancho Eiró



Viatura de Claudio Baptista / Ernesto Jorge

  A opinião dos pilotos para o rali no parque de assistências na manhã de sábado



O Mitsubishi Evo IX de Luís Miguel Rego / José Silva

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Relato da super especial com o Miguel Angelo

   Fica aqui o som da super especial com a dupla Paulo Nobrega/ Miguel Angelo.

video

 Som cedido pela Radio Antena Nove.

Fica aqui o meu agradecimento ao Marcelo Sousa por ter tirado estas fotos, muito obrigado








                                         A classificação


Bicampeão nacional de ralis procura nova vitória no XXIV Rali Ilha Azul – Além Mar

Bicampeão nacional de ralis procura nova vitória no XXIV Rali Ilha Azul – Além Mar




   O bicampeão nacional de ralis, Ricardo Moura, vai tentar, a partir de hoje, nas estradas da ilha do Faial, alcançar a terceira vitória consecutiva no campeonato regional, depois de ter sido o melhor açoriano no Sata Rallye Açores (3º da geral), e de ter vencido o Rali Sical, na Terceira.
  O piloto micaelense, que faz dupla com Sancho Eiró, em Mitsubishi Evo IX, é o primeiro concorrente do XXIV Rali Ilha Azul – Além Mar, prova pontuável para o campeonato regional e para a Taça de Ralis do Canal, e que é organizado pelo Clube Automóvel do Faial.
  A equipa do Team Além Mar está a competir em duas frentes, no Campeonato Regional e no Campeonato de Ralis de Portugal, embora com outra viatura (Skoda Fabia S2000), e promete dar espetáculo nos pisos de terra do Faial.
  dupla Ricardo Moura/Sancho Eiró venceu, pela primeira vez uma prova do campeonato regional de ralis, exatamente no Rali Ilha Azul, em 2008, ano em que se sagrou também campeão açoriano, tendo vencido, desde essa data, todos as provas realizadas na ilha do Faial.
  Na luta pelos lugares cimeiros da classificação geral no Rali Ilha Azul, está também outra equipa do Team Além Mar, Luís Miguel Rego/José Pedro Silva, em Mitsubishi Evo IX, segundo classificado no Rali Sical, e Rúben Rodrigues/Estevão Rodrigues, igualmente com um Mitsubishi Evo IX.







   Quem também promete andar entre os primeiros, são os pilotos faialenses João Borges/Sandro Laranjo, em Subaru Impreza N12, Paulo Nóbrega/Miguel Ângelo, em Mitsubishi Evo VI e a única dupla vinda da ilha do Pico, José Paula/Miguel Ribeiro, em Mitsubishi Evo IX.
  Entre as 14 viaturas inscritas no XXIV Rali Ilha Azul com quatro rodas motrizes, estão também as equipas Cláudio Bettencourt/Vasco Ferreira, em Mitsubishi Evo VIII, que vieram da Graciosa, Tiago Mota/José Pimentel, em Ford Escort, e Bruno Amaral/Rui Medeiros, em Mitsubishi Evo VIII, ambas vindas de São Miguel.
  Quanto às viaturas de duas rodas motrizes, a disputa deverá centrar-se entre a dupla micaelense Henrique Moniz/Jorge Dinis, e a dupla faialense Cláudio Batista/Ernesto Jorge, ambas pilotando viaturas semelhantes (Citroen C2 R2).
  O XXIV Rali Ilha Azul – Além Mar conta com 34 pilotos inscritos, 15 dos quais do Faial, e parte para a estrada hoje, pelas 19h00, com a prova espetáculo da Praia do Almoxarife, prosseguindo no sábado com mais oito classificativas.